Fale conosco
Menu

Título en Mantenimiento

Compartilhe em:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on print

As prioridades temáticas do Escritório Regional para América do Sul são:

* Estado de Direito e impunidade
* Segurança pública e violência
* Discriminação (todos os tipos), e
* Pobreza, juntamente com os direitos econômicos, sociais e culturais.

Os principais objectivos do ACNUDH-América do Sul são:

* Observar a situação regional de direitos humanos
* Promover instrumentos universais de direitos humanos
* Realizar seminários e pesquisas sobre vários temas de direitos humanos
* Organizar formações no uso de mecanismos de proteção e defesa dos direitos humanos das Nações Unidas e acompanhamento dos seus pareceres e recomendações
* Promover o conhecimento sobre a Revisão Periódica Universal e seguir suas recomendações
* Prestar assistência técnica em matéria de harmonização e implementação de compromissos internacionais em matéria de direitos humanos
* Dar pareceres sobre os Planos e Programas de Ação em Direitos Humanos
* Proporcionar fóruns de diálogo com a participação da sociedade civil, as instituições nacionais de direitos humanos, a comunidade e a cooperação internacional, dando prioridade às boas práticas
* Apoiar visitas dos Relatores Especiais e Grupos de Trabalho para os países e a divulgação de suas recomendações
* Cooperar com outras organizações internacionais ou regionais e intergovernamentais ou não-governamentais
* Cooperar com os Coordenadores Residentes das Nações Unidas e os UNCTs sobre direitos humanos
* Organizar formações sobre a abordagem dos direitos humanos e sua aplicação ao CCA/UNDAF ou os ODS
* Informar e promover esses objetivos através de comunicados à imprensa, artigos, entrevistas, vídeos, boletins informativos e outras publicações.

Entre as principais ações que realiza o ACNUDH-América do Sul estão:

* Organizar seminários e oficinas sobre a importância de Instituições Nacionais de Direitos Humanos (INDH) e os Princípios de Paris;
* Utilizar os mecanismos para proteger os direitos humanos (com ênfase sobre os direitos dos povos indígenas);
* Organizar formações sobre os novos instrumentos internacionais como a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, a Convenção Internacional para a Proteção de Todas as Pessoas contra os Desaparecimentos Forçados, da Declaração da ONU sobre os Direitos dos Povos Indígenas e do Protocolo Facultativo ao Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais;
* Difundir as boas práticas e desafios dos Estados, as INDH e da sociedade civil para a Revisão Periódica Universal no Conselho de Direitos Humanos;
* Implementar a abordagem dos direitos humanos nos programas de planejamento e desenvolvimento, e
* Divulgar utilizando diferentes estratégias e atividades de informação pública que variam de comunicados à imprensa para eventos, publicações, vídeos e redes sociais.

A representante regional do ACNUDH na América do Sul é Birgit Gerstenberg.

ODS Relacionados

Rolar para cima